Hoje em dia é comum gravar nossos dados em dispositivos portáteis. Temos uma ampla lista de modelos, tamanhos e velocidades disponíveis no mercado. Alguns deles:

  • Memory Stick – 1998 com 128MB de espaço
  • SD – 1999 com assustadores (na época) 32GB de espaço
  • MiniSD – 2003
  • MicroSD – 2005
  • SDHC – 2006
  • Compact Flash

A facilidade que esses dispositivos trazem são incontáveis, devido a sua compatibilidade com vários sistemas e dispositivos, são comumente usados por fotógrafos para armazenar fotos e vídeos das mais variadas câmeras disponíveis.

Devido a fragilidade dos seus componentes, é comum também a quebra e é aí que o pesadelo vem! Nesses casos, infelizmente se torna quase que impossível recuperar os dados importantes contido no cartão de memória. Outro problema comum é a queima da memória.

Pirataria!

Cuidado com a origem dos seus cartões. Hoje no mercado, existem cópias perfeitas e que não oferecem a devida segurança que o equipamento exige e que é encontrado em dispositivos originais.

VOCÊ, FOTÓGRAFO? Imagine perder aquele casamento ou evento importante que estava gravado no cartão de memória e não tem outra fonte para obter os dados?

Dúvidas? Saiba mais em:

Cartões de Memória